Yammer: o twitter corporativo

setembro 12, 2008

não tanto tempos atrás, surgia o Twitter (siga-me!), e eu me perguntava “pra que que isso serve?”. O que eu não conseguia enxergar era seu potencial como uma ferramenta capaz de integrar pessoas e fazer uma comunicação simples e direta através de mensagens de até 140 caracteres. Sob o slogan “What are you doing?“, o usuário poderia enviar mensagens de qualquer tipo, desde o nível “miguxeitor” até coberturas em tempo reais de eventos, noticiar fatos, já que é possível enviar mensagens de praticamente qualquer lugar, desde que você tenha acesso a internet.

Tempos após o lançamento dessa ferramenta, surgiu outra, mais precisamente no dia 10 de setembro. A empresa criadora do Yammer, a Geni, ganhou o concurso TechCrunch50 que reuniu milhares de startups poderosos de empresas grandes ou não, para apresentações de 8 minutos. O prêmio ao grande vencedor, o Yammer, foi de US$50,000.00 ! Para saber mais dos outros ganhadores acesse aqui.

Yammer

Yammer

O Yammer surgiu da premissa “What are you working on?” ou em bom português “No que você está trabalhando?“. É uma ferramenta também de micro-blogging, mas voltada para o mundo corporativo. Para começar a utilizar, o usuário deve se registrar utilizando um email corporativo válido, pois a rede de usuários dessa empresa será baseada no domínio que foi utilizado no email. Por exemplo, ao cadastrar rafaeldw@rafaeldw.com, criar-se-á a empresa rafaeldw.com.

Dentre as várias funcionalidades que um microblogging como o Yammer já possui, existe o fato de haver uma melhor comunicação entre pessoas da mesma empresa; o alinhamento de todos de um mesmo projeto através de mensagens curtas e simples; envolvimento do cliente na discussão e deixá-lo a par de modificações/atualizações e muitos outros benefícios.

O serviço é gratuito. Empresas/usuários que gostariam de ter privilégios de administrador para melhor gerenciar seus grupos, devem pagar 1 dólar por cada membro do grupo a ser registrado.

Assim como no Twitter, o Yammer também possui uma ferramenta desktop. Basta baixá-la aqui. (requer Adobe Air)

Em abril desse ano, eu havia escrito um post sobre o Dropbox, que é mais um serviço de storage online. Mas o que me agradou neste serviço foi o fato de ser mais simples que os demais…

Há a possibilidade de instalar o software na sua máquina. Após instalado, ele abrirá uma janela como se fosse do próprio Windows, mas tudo que você arrastar/copiar/mover para essa janela, automaticamente será guardado online também! Ou seja, chega de ter que ficar fazendo login em site, upload do arquivo no site, e aguardar o OK.

No painel de configuração dentro do Dropbox, você pode adicionar máquinas onde esteja instalado o software, para melhor gerenciá-las. O serviço disponibiliza 2GB de espaço por usuário.

Se quiser ver um vídeo ou um tour de como ele funciona, acesse o site do programa. Se alguém se interessou e gostaria de utilizá-lo, ainda tenho alguns convites disponíveis, mandem um email para rafaeldw@gmail.com mencionando esse post e o dropbox que enviarei o convite.

Update 12/09/2008: Não é mais necessário o código/invite para utilizar o Dropbox, basta fazer o registro no site. Leiam mais aqui.

Hoje em dia é muito comum em qualquer canto da Web ler-mos alguém falar de “web 2.0”. Creio que o termo “2.0” seja de fácil compreensão (principalmente para quem lida com tecnologia) pois transmite a idéia de mudança, atualização. A partir dessa premissa fica fácil entender o que é web 2.0: é a nova web; a internet com uma cara nova, diferente, atualizada.

De um tempo pra cá a internet mudou… e muito! Simplesmente não da pra fugir dessa realidade. O tempo todo somos bombardeados com novas informações, novas tecnologias, novas ferramentas e tudo isso vem para facilitar a vida do usuário que cada vez mais quer facilidade, intuitividade, simplicidade. Um site feio, malfeito, com um design desleixado e links que não funcionam não atraem novos usuários, e sim os espanta, causando até perdas financeiras dependendo do tipo de site.

Com uma realidade assim, líderes e gestores de todas as áreas, principalmente quem trabalha com contratação de novos funcionários, ficam atentos aos novos usuários: a famosa Geração Y. Como disse o ReadWriteWeb, a pessoa irá pensar duas vezes antes de contratar um profissional não antenado as novidades tecnológicas do que um profissional que sabe o que é um RSS por exemplo.

Indo mais a fundo e ainda utilizando o artigo acima do RWW, a web 2.0 traz consigo ferramentas que facilitam a nossa vida, ferramentas que também nos tornam cada vez mais online e quanto maior nosso downtime, mais ficamos fora do mercado de trabalho e das mudanças tecnológicas, sem contar o fato de que ficamos cada vez mais dependentes disso tudo.

Havia escrito anteriormente um artigo sobre ferramentas colaborativas da web 2.0 para emails que tinha a finalidade de mostrar como podemos ser produtivos utilizando o email, que sempre toma uma boa parte do nosso dia. Neste artigo da RWW, eles mostram a enchurrada de ferramentas 2.0 que existem para salvar nossas vidas, para mostrar o poder dessa nova realidade online.

Empresas 2.0, office 2.0, email 2.0…. essa nova face da web veio para definitivamente tornar nossa vida mais fácil. O que podemos fazer? Nos adaptar, pois todos sabemos que quem não se adapta está fadado a ficar de fora da evolução. Temos que conseguir agregar valor a toda essa tecnologia que está a nosso favor e a cada dia cresce mais.

São tantos os substantivos hoje em dia que ficamos cada vez mais malucos!
Não podemos conter os avanços tecnológicos do mundo; a única coisa que podemos fazer e nos adaptar e tentar acompanhá-los. Mas as mudanças realmente são muitas. Somos bombardeados diariamente por notícias de sites novos, ferramentas novas, mudanças, adaptações, e nos vemos encolhidos nas trincheiras dessa guerra tecnológica tentando escolher um lado para qual correr: qual ferramenta “abraçar”?

Talvez não consigamos fugir de todo esse alvoroço tecnológico, mas podemos conseguir meios de acompanhá-los: seja lendo a notícia, participando de eventos, conversando com pessoas… e recursos para isso é o que não falta!

É impossível ter uma vida online sem se deparar com essas palavras do título… e quem não as conhece.. é melhor começar a estudar mais se não quiser ficar pra trás.

Uma das ferramentas que, na época de seu lançamento, eu jurava que não iria usar, era o famigerado Twitter. Simplesmente não conseguia ver uma funcionalidade para aquilo a não ser pessoas postando “acordei..” ou “estou com fome, acho que vou abrir a geladeira…”, e hoje consigo ver uma luz no túnel. Após uma conversa com meu amigo www.danielmitsuo.com sobre a necessidade de comunicação na TI (e sobre twitter também) ele me mostrou que realmente há alguma utilidade para isso. Tanto é que agora estou la também! (@rafaeldw).
Mais do que uma simples ferramenta para dizer ao seus fãs que você está com vontade de ir ao banheiro, essa ferramenta de micro-blogging serve para comunicação instantânea… do que você quiser! Transmitir um evento, noticiar um fato, discutir um assunto em tempo real quando a distância é grande.

Apoiado nessa necessidade de comunicação, surge esse impasse: como se comunicar com alguém que simplesmente não está na sua frente? Um celular bastaria não é? Mas com todas essa tecnologia em volta, o ser humano não se contenta somente com isso. Surge a necessidade da conectividade ligada a mobilidade! Afinal de contas, que tipo de ser humano consegue ficar longe de seus Feeds RSS por tanto tempo? Ou de seus emails? Ou um empresário ficar sem comunicação com seu time na empresa? A seção Tecnologia do Uol fez um pequeno artigo mostrando prós e contras de três aparelhos smartphones com bons recursos de mobilidade, comparando os recursos wi-fi: LINK.
Para quem gosta dessa área, recomendo o Blog da Garota Sem Fio.

O ser humano necessita se comunicar, e toda essa tecnologia vem para auxiliar o próximo passo; o Networking!

Estava pensando já a algum tempo em fazer um post sobre uma ótima ferramenta de networking que é o LinkedIn, mas lendo minhas notícias diárias encontrei dois bons artigos sobre ele:

Na minha opinião, estes são três ótimos pilares para um profissional iniciar sua carreira: Comunicação, interatividade e um bom relacionamento entre amigos/parceiros profissionais. Sem eles, não há profissional de área alguma que consiga atingir seus objetivos e metas pessoais com sucesso.

Em minha jornada em busca de mais conhecimentos na área de Gestão de projetos, encontrei também esta ótima aplicação feita em Ruby on Rails (Powered by FreeBSD \m/) chamada ClockingIT.

Encontrei referências sobre esse projeto inicialmente no BR-Linux e no log4dev que fizeram um bom texto introdutório sobre a plataforma.

ClockingIT funciona como uma ferramenta colaborativa online, onde você se registra no site deles e faz tudo online. Podem ser integrados ao projeto outros usuários, e todos monitorados, cada um com seus acessos, o que torna a ferramenta ainda mais produtiva.

Tanto para uso pessoal quanto para corporativo, creio que ClockingIT é uma ótima opção de graça para quem quer manter seu projeto na linha!

Full Body Games

Full Body Games

Está acontecendo neste mês de agosto o FILE 2008 na galeria de arte do SESI na Avenida Paulista em São Paulo.

O evento reúne o que há de mais inovador na área de tecnologia multimídia e tudo mais como jogos, interação com o usuário, com objetos ao redor dele, voz, imagem e sons.
Existem várias sessões onde o visitante pode interagir com os programas, jogar jogos, e descobrir infinitas possibilidades do mundo eletrônico. Criar músicas tocando plantas, sons de água ao caminhar sobre um tapete iluminado por um projetor e alguns sensores, brincar com borboletas atrás de um pano pano e quase transparente (esse último da um efeito 3D muito legal para quem está vendo).

O meu favorito foi o Full Body Games. São vários tipos de jogos onde o participante escolhe um deles, tudo através de sensores de movimentos, que projetam uma imagem da pessoa na parede em frente, em forma de pixels gigantes. Cada jogo com uma finalidade diferente: esquivar-se de blocos, chutar, pegar…

Uma outra novidade do FILE 2008 é a projeção de filmes (14) na tecnologia 4k: são 8 milhões de pixels por frame que criam imagens gigantes de alta definição (daí o nome “FILE 2008000000 milhões de pixels). Esses filmes tem agendas pré-definidas com horários estipulados para os filmes.. basta se informar no SESI para se programar.

O evento vai até 31 de agosto. Quem está ai sem fazer nada vale a pena conferir e perder um bom tempo vendo essas inovações que para alguns, não tem sentido, mas logo logo vão revolucionar o mercado mundial com tecnologias “simples” que serão incorporadas ao dia a dia de muitas pessoas.

Como faz um tempo que não posto aqui resolvi ser mais prático e postar duas notícias de uma só vez.

A primeira é um novo serviço de storage online, onde você tem 30GB (!!!) de espaço para salvar suas coisas, sendo que desses 30GB, 25GB devem ser fotos, videos e outros… talvez uma medida que pensaram para conter os espertinhos de usar indevidamente o espaço de armazenamento.
O site do serviço é http://www.humyo.com. Basta se registrar e começar a usar! O site é feito todo em java/jsp, muito prático e bonito além de tudo.

A segunda dica foi retirada do site TechRepublic.com da seção de blogs sobre “IT Security”. A Secunia.com criou uma ferramenta para facilitar a verificação de atualizações dos programas instalados em seu computador. Ele faz uma auditoria geral e lhe informa quais programas são inseguros, ou estão no “fim da vida”.

Secunia PSI

São apresentados os programas considerados inseguros, e em cada um deles você pode escolher uma ação a ser tomada.

Secunia PSI Solution

Você pode baixar o arquivo manualmente, ou deixar que o PSI faça o download para você.

Pense num Portaudit para Windows…. claro que o S.O. não tem comparação, rsrs.

Retirado de: http://blogs.techrepublic.com.com/security/?p=478