Parece que a crise está pegando todo mundo de jeito mesmo. Com toda essa falta de crédito e blablabla, muitas empresas começam a sentir o efeito, e uma das principais medidas nessas horas, é cortar os custos.

A AMD diz que vai demitir 500 funcionários, e no começo do ano a empresa ja havia tido um corte de 1,6mil funcionários. A LinkedIn, que está ganhando cada vez mais espaço na área das mídias sociais com seu espaço voltado ao profissional online, vai demitir 36 funcionários, como parte de uma reestruturação interna.

A Nokia também entra na dança e vai demitir cerca de 600 funcionários.

Todos esses cortes para essas empresas significam redução em custos, gastos, orçamentos e muito mais. Quem sofre com isso é o funcionário, claro. No meio dessa lambança que está o mercado mundial, sai ganhando quem está estável e está conseguindo se manter.

Anúncios