Pra quem não conhece, a ITWeb possui a publicação Information Week Brasil que periodicamente lança em seu site revistas digitais no formato pdf sobre o mundo da TI.
Em sua ultima publicação, a edição selecionou 80 cursos de TI para o público, nos mais diversos campos sendo pós graduação, graduação, cursos livres, MBA’s e outros.

Vale a pena conferir e ter algumas dicas de cursos para dar uma acelerada na carreira. Em março dou início a minha pós-graduação e a correria da vida de estudante novamente.

Link do pdf AQUI.

Para complementar o post, em uma das últimas edições da Você S/A, selecionaram os melhores cursos de MBA do Brasil nas mais diferentes área: dos mais caros (e bota caro nisso) aos mais acessíveis. Confira AQUI

Empregos na área de TI hoje em dia não faltam. Quem disser isso está mentindo, pois está cheio de vagas sobrando, o que faltam são profissionais capacitados e especializados.

Existem diversos sites pela net especializados em manter currículos online e anunciar vagas de trabalho na nossa área, como por exemplo o APInfo, InfoJobs, e também o internacional (e recente em terras tupiniquins) Monster.

É uma enchurrada de vagas. Mas quanto mais as vejo, mais penso: preciso me especializar!

Focar em um tema, decidir o que eu quero realmente fazer! Não basta saber de tudo um pouco, o que empresas procuram (e o que realmente da dinheiro) é especialização. E uma forma de mostrar para as empresas que você sabe da coisa é certificando-se!

Além de todo esse discurso que sempre da muito pano pra manga, existe também um conceito que vem se mostrando cada vez mais forte dentro das empresas de carreira. O conceito de que você entra dentro de uma empresa em uma posição e morrerá nela do mesmo jeito que começou está acabando, pois não é mais isso que elas querem: cada vez mais empresas procurar profissionais dinâmicos, capazes de superar limites e sempre crescer, seja dentro da empresa ou em outra.

Mas afinal, o que um tema tem a ver com o outro, sites de trabalho e empresas de carreira? É simples: você precisa conseguir entrar na empresa primeiro! E uma das formas de se conseguir isso é “se anunciar”, divulgar seu trabalho, mostrar que você tem capacidade e potencial. E uma vez dentro da empresa, o céu é o limite. Você escreve o seu rumo; claro que dentro dos limites da empresa.

Passar pela porta da frente talvez seja o mais difícil hoje em dia, já que esse conceito de carreira está dominando cada vez mais o mercado. Empresas buscam cada vez mais os profissionais que precisam dentro da própria empresa! Afinal, qual o sentido de preparar todo seus profissionais e não aproveitá-los?

Ao invés de sair a caça procurando jovens talentos, é mais fácil fazer uma seleção interna que muitas vezes pode mostrar profissionais que não estão bem em um setor, mas que seriam ótimos profissionais em uma nova área, e isso faz com que a empresa poupe dinheiro, tempo e muitos outros encargos.

Com essa nova realidade, fica a cargo do profissional se preparar cada vez mais para seu futuro, pois só depende dele o que ele quer fazer da vida. Uma vez dentro da empresa, ele pode conseguir (quase) tudo!

Confesso que só comecei a ouvir sobre gerenciameno de serviços de TI este ano, por volta de março mais ou menos. A curiosidade foi tão grande que comprei este livro para tentar entender melhor esse universo bem complexo.

Bom.. não adiantou muito.

Lia lia mas não entrava nada na minha cabeça. Foi no meu atual emprego que consegui ter uma visão do que significa a ITIL, após um curso interno dentro da empresa com meu chefe, que diga-se de passagem, é ITIL Manager.

Passaram-se quase 4 meses de enrolação, estudos e preparação. Embora seja uma prova superficial sobre o universo ITIL, é uma certificação que vale muito na carreira do profissional, e além de tudo, tem seu custo!

Mas felizmente todo esforço valeu a pena ontem. Logo após terminar a prova ja tive o resultado: 85% de acerto, onde o mínimo é 65% da prova de 40 questões. Me espantei e muito com o resultado pra ser sincero!

Mas após uma jornada como essa, vem a pergunta… e agora?

A certificação conta muito sim no mercado de TI, mas não é tudo. Esconder-se atrás de um pedaço de papel é fácil, mas o que conta é a prática, pois haverá horas em que não terá ninguém pra gritar por socorro, e tudo que você poderá contar, é com seu conhecimento!

Ainda não decidi qual o próximo passo, mas definitivamente não é ficar parado. Estagnação arruina a carreira de qualquer pessoa. Com a cabeça mais tranquila agora após por esse teste, pensarei com cuidado sobre o passo seguinte.

A minha opinião é: certifiquem-se! Especializem-se em um assunto, pois mercado não falta, falta profissional com habilidade e experiência. O meu primeiro passo foi dado, agora é visar o próximo, e o próximo e quando menos perceber, ja terei corrido a vida toda, ai quem sabe penso em sussegar.

Em um mercado cada vez mais competitivo, quem fica parado não evolui. Estagnação não é uma palavra presente no vocabulário de muitos.

Ja havia mencionado anteriormente a importância de investirmos em nós mesmos, seja do jeito que for, mas que traga resultados sólidos, tangíveis.

O Baguete.com.br fez um artigo sobre uma pesquisa da FGV onde a mesma diz que cada ano a mais de estudo pode elevar o salário em 15%. O avanço maior ocorre quando o profissional ingressa em uma pós-graduação.

Clique no link acima do Baguete para ler a notícia na íntegra.

Fiquei até feliz após ler essa notícia, principalmente por que há uma semana, eu corri atrás de uma vaga pra mim em uma pós-graduação. Vaga garantida, agora é só me preparar para as matérias que verei ano que vem para não chegar viajando.

Creio que todo profissional que preocupa-se com a carreira, com certeza preocupa-se com os estudos; seja em palestras, workshops, mini cursos ou cursos mais específicos. Mas creio que o principal seja a formação de nível superior, iniciando com uma boa faculdade, passando por uma pós-graduação, seguido de um quem sabe MBA ou doutorado/mestrado, depende de cada carreira.

A minha dica? Continue estudando. Seja visitando sites, ou nunca parando de ler livros: simplesmente não pare de agregar conhecimento, pois só assim você poderá crescer (de todas as formas).

Organize-se!

agosto 27, 2008

Quando se fala em “tomar alguma providência” a respeito de algo que está acontecendo, algumas pessoas sentem até calafrios no corpo. A inércia impede que muitas façam qualquer coisa, e fiquem paradas.. esperando que o pior passe, ou que o melhor chegue.
Quantas vezes você já se viu nessa situação? Quantas vezes teve vontade de tirar as rédeas da mão de alguém e clamar pela liderança.. gritar “agora é a minha vez!”

Pois é, no fundo todo mundo já vivenciou algum momento assim, mas foram poucas as que fizeram algo. E muitas vezes deixaram de fazer pois não havia tempo, não havia jeito, não havia como! Por que?

Talvez uma das melhores explicações seja: Planejamento!

E quantas vezes você já não pensou em “poxa, se tivesse pensado nisso antes…”. Exatamente, se tivesse pensado nisso antes você poderia estar mais preparado, estaria um passo a frente dos outros. Mas por que se desesperar agora e não começar a se planejar melhor a partir de agora?

Planeje... faça... verifique.... aja!

Planeje... faça... verifique.... aja!

O Ciclo PDCA é amplamente usado nos projetos de Tecnologia da Informação. Criado por Shewhart e difundido por Deming, ele serve como guia para muitos gestores conseguirem liderar seus times para alcaçar seus objetivos. Um bom artigo sobre o PDCA foi escrito no blog Broken Jeff falando sobre a “Parálise” (uma espécie de combinação entre “paralisia” e “análise”) que alguns gestores sofrem: ao invés de tomarem ações, ficam presos em ciclos de análises e análises e nunca conseguem resolver nada!

E isso acontece no nosso cotidiano. Estamos acostumados a tanta cosia que não damos conta que não tomamos atitudes na hora certa, deixando tudo simplesmente “acontecer”.

Temos que liderar nossas vidas, assim como gestores e chefes devem liderar seus projetos e times corretamente, e a melhor forma de fazer isso é se organizando, sempre se preparando para o que vai vir: estudar o passado, analisando o presente e sempre de olho no futuro.

Mas nunca se esquecer em tomar decisões. “Muitas vezes, uma má decisão é melhor do que nenhuma decisão” (Carlos Alberto Julio).

Abaixo fiz uma pequena seleção de alguns posts interessantes que encontrei pelos meus RSS. Aproveitem a leitura!

http://gfinfo.blogspot.com/2008/07/guia-das-melhores-prticas-de-ti.html
Guia das melhores práticas de TI – Metodologias

http://www.baguete.com.br/entrevista.php?id=227
Renato Guimarães Ferreira – Geração Y: Moderninhos e dinâmicos

http://www.baguete.com.br/artigosDetalhes.php?id=622
Gestores: Momento de aprender com a geração Y

Padrões de T.I.

agosto 21, 2008

Talvez uma das grandes barreiras da área de TI seja a dificuldade de comunicação entre o cliente e a equipe de TI (e algumas vezes entre os próprios usuários e a equipe de TI).
Mas não só esse é um problema que afeta nossa área como qualquer outra que lide com vendas, afinal, como vender um produto novo (ou sendo uma empresa nova) para alguém que não te conhece? Que não sabe como você trabalha e principalmente, seus padrões de qualidade?

A importância de estabelecer padrões vai muito além da necessidade da empresa em simplesmente formalizar um pedido de compra, ou estabelecer diretrizes para fazer uma rotina. Trata-se de mostrar ao cliente que a empresa é capaz de fazer aquilo, e bem feito! Mostrar confiança e capacidade para tratar corretamente os processos e alinhar o cliente com os objetivos da empresa.

Recentemente estava conversando com o fore sobre isso: como mostrar para o cliente que você é capaz de executar uma tarefa, e executá-la bem feita? A primeira solução que veio a minha cabeça, e provavelmente na de muitas pessoas, é essa: padrões.

Um bom exemplo disso é a CPM Braxis que recentemente conseguiu a certificação ISO/IEC 20000 para o seu GOC (Global Operation Center). Mas o que isso significa para o cliente? Significa transparência! Significa que será mais fácil de vender “seu peixe”, pois mostrando ao cliente que você segue processos e padrões previamente estabelecidos, você consegue atingir seus resultados de forma muito mais efetiva e com qualidade!

Talvez alguns possam estranhar o fato de falar tanto no “cliente”, mas na TI com base nas melhores práticas do ITIL,temos que lembrar do primordial: o foco é sempre no CLIENTE.

Para complementar esse meu artigo, sugiro a leitura de um texto publicado pela ITWeb em que fala justamente desse assunto que abordei. Clique AQUI para lê-lo.